Xingu ensaia rebelião contra o governo de Antônio Denarium

Inconformado por ter perdido o controle político na Fundação Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Fermarh), desde o ano passado, o deputado Jânio Xingu (PSL) fez hoje um discurso ofensivo e inflamado contra o Governo do Estado, insinuando a possibilidade de uma rebelião contra o Palácio Senador Hélio Campos no Poder Legislativo.

Segundo Xingu, o governo não dialoga com ninguém. Daí a sua insatisfação. Na verdade, o que Xingu quer é voltar a ter o controle da Femarh, que estava sob o comando de uma indicada sua até 2018.

A Fundação é considerada um dos “filés” da administração indireta e, por isso, atrai o interesse do parlamentar. Em discurso feito em tom ameaçador, Xingu disse que tende a ser oposição ao governo, caso não se abra um canal de diálogo.

Ao reprovar o nome do empresário e ex-deputado, Airton Cascavel, escolhido pelo governo para a direção da Fundação de Meio Ambiente, os deputados quiseram sinalizar para o governo que as indicações teriam que ser do agrado de alguns parlamentares.

Fala-se que o próximo nome a ser reprovado em futura sabatina na Assembleia, será Igo Brasil, diretor do Departamento Estadual de Trânsito (Detran)

Concordaram com Xingu os deputados Diego Coelho, Renato Silva, Maria Betânia e José Nilton do Sindipol.