Em nota, deputados se solidarizam com Catarina Guerra e defendem mudança no comando da ALERR

O vazamento de um áudio editado de forma precária onde supostamente a deputada estadual Catarina Guerra (SD) e o governador Antônio Denarium (PSL) tramam uma forma de derrubar o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Jalser Renier (SD), incendiou o clima político dos dois lados da Praça do Centro Cívico. Pois bem. Chegou à caixa de entrada deste blogueiro na madrugada desta terça-feira (22) uma nota assinada por 12 parlamentares em solidariedade a Catarina. Os parlamentares listados como signatários do texto acusam a edição maldosa do áudio para incriminar a jovem deputada e afirmam também ter participado da conversa com o governador.

Além de admitirem ter participado da conversa que supostamente teria girado em torno da ideia de tirar Jalser da presidência da Assembleia Legislativa e de prestarem solidariedade a Catarina Guerra, os deputados cujos nomes aparecem como signatários da nota defendem a necessidade de mudança no comando da Assembleia Legislativa. “Não existe clima para que um político como o senhor Jalser Renier continue comandando a Assembleia Legislativa”, diz o texto.

Alguns dos parlamentares que teriam participado da reunião que resultou no áudio editado onde a deputada Catarina Guerra e o governador Antônio Denarium teriam tratado sobre uma forma de tirar o deputado Jalser Renier da presidência da Assembleia Legislativa

A nota ainda acusa diretamente, o presidente Jalser Renier de agir de forma arrogante e de usar o poder de influência que tem para se manter no cargo. “Todos nós fomos eleitos pela população para representar os interesses do Estado e não para defender os interesses ou atos que fujam ao princípio democrático, de respeito à população e que colocam sempre à frente interesses individuais”.

Mais que isso, a nota, que teria sido publicada no Facebook e apagada posteriormente, diz, textualmente, que os deputados repudiam e lamentam “os artifícios utilizados por pessoas inescrupulosas que buscam tirar o foco dos desmandos cometidos pelo presidente da ALE, deputado Jalser Renier”. A nota continua em tom grave afirmando ser “inadmissível que a casa (sic) do povo continue a ser exposta com tanto desmando, irresponsabilidade e falta de zelo com o bem público”.

Aparecem como signatários da nota os deputados Chico Mozart, Jeferson Alves, Angela Águida Portela, Aurelina Medeiros, Soldado Sampaio, Coronel Chagas, Jorge Everton, Marcelo Cabral, Renan Filho, Tayla Peres, Gabriel Picanço e Eder Lourinho.

Leia a íntegra da nota logo abaixo:

Nota de Apoio a Deputada Catarina Guerra e ao Governador Antonio Denarium
O conjunto dos deputados que compõem a Base do Governo na Assembleia Legislativa vem a público repudiar e lamentar os artifícios utilizados por pessoas inescrupulosas que buscam tirar o foco dos desmandos cometidos pelo presidente da ALE, deputados Jalser Renier. É inadmissível que uma casa do povo continue a ser exposta com tanto desmando, irresponsabilidade e falta de zelo com o bem público.
A exposição da Assembleia Legislativa leva a um nivelamento de todos os deputados e a uma percepção de que todos figurem como corruptos, irresponsáveis e coniventes com os atos praticados pelo presidente da casa.
Aproveitamos para nos solidarizar com a Deputada Catarina Guerra que foi gravada covardemente, onde a edição feita esconde a presença de outros parlamentares que pensam da mesma forma sobre a necessidade de mudança no comando da assembleia.  Não existe clima para que um político como o senhor Jalser Renier continue comandando a Assembleia.
Todos nós fomos eleitos pela população para representar os interesses do Estado e não para defender interesses ou atos que fujam ao princípio democrático, de respeito a população e que coloquem sempre à frente interesses individuais.
Lembramos que a arrogância e o uso do poder para se manter são artifícios que não tem mais lugar no mundo democrático.

Apoio dos Deputados:
– Chico Mozart
-Jeferson Alves
– Ângela Ágda Portela
– Aurelina Medeiros
– Soldado Sampaio
– Coronel Chagas
– Jorge Everton
– Marcelo Cabral
– Renan Filho
– Tayla Peres
– Gabriel Picanço
– Eder Lourinho