Começa a corrida pela Prefeitura de Boa Vista

Em todos os municípios de Roraima pipocam as especulações para as eleições municipais do próximo ano. Em Boa Vista não é diferente. Pelo menos dez nomes de pré-candidatos com mandato atualmente ou que já ocuparam algum cargo público de relevância aparecem em pesquisas feitas nas redes sociais como pretensos pré-candidatos. São eles: Haroldo Cathedral (PSD), Linoberg Almeida (Rede), Zélio Mota, Frutuoso Lins (SD), Gerlane Bacarin (PP), Mozarildo Cavalcanti (PSL), Oleno Matos (PP), Ângela Portela (PDT), Luciano Castro (PL), Abel Galinha (DEM), Shéridan Oliveira (PSDB) e Jhonatan de Jesus (Republicanos).

Outros nomes devem surgir até chegar a hora de homologar as candidaturas, no tempo próprio em 2020. Alguns pretensos pré-candidatos da lista acima devem declinar do desejo de concorrer para prestar apoio a quem aparacer com melhores condições nas pesquisas.

De todos esses nomes, largará com grande vantagem aquele que conseguir obter o apoio da prefeita Teresa Surita (MDB), dada a sua boa aceitação e influência. Quem conseguir montar uma plataforma inovadora para se relacionar com a população, algo que fale ao coração do povo, também terá alguma chance, Nesse quesito se encaixa Linoberg, por exemplo. Agora, convenhamos, Luciano Castro, que tenta se escalar como pré-candidato a prefeito, deveria cair na real e sair de cena, pois é muito ruim de voto.

O fato é que Luciano Castro parece ainda não ter entendido que ele é um político cuja carreira entrou em derrocada. E não é de agora. As últimas tentativas de se eleger senador naufragaram fragorosamente. E são muitos os motivos. As parceiras escolhidas por Luciano são sempre o que no mundo político pode se chamar de “traíras”, que mudam de lado no momento fatal.

Outra questão é que o “Careca”, como é conhecido, é um péssimo cumpridor de acordos e sempre comete falhas terríveis com as únicas pessoas em que poderia confiar e ainda despreza quem sempre o ajudou. Ainda erra na montagem da equipe de marketing. A última, por exemplo, foi de uma incompetência homérica, demonstrando total desconhecimento da realidade local. Sua última campanha para o Senado foi um fiasco.