Marco Aurélio determina soltura de condenados em 2ª instância

A decisão liminar do ministro Marco Aurélio Mello, do STF, que determinou a soltura dos presos que tiveram a condenação confirmada pela segunda instância da Justiça, pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros personagens implicados na Operação Lava Jato.

Anúncios