Balança

Ando tão vazio

Que não tenho certeza

Se o que me angustia

É a falta de conteúdo

Ou o excesso de leveza.

Diante das circunstâncias atuais, esses versos bem que poderiam ter sido escritos por mim. Mas não foram. Eles são de autoria do meu amigo cronista, jornalista e poeta Edgar Borges. Ele é um dos colaboratores da revista virtual Minguante.

Você pode ler mais trabalhos dele aqui e aqui também.