Haroldo Cathedral diz que MEC deve priorizar investimentos na educação básica

O ministro de Estado da Educação, Abraham Weintraub, foi ouvido na Câmara dos Deputados, em Comissão Geral, sobre os esclarecimentos, diretrizes, prioridades e objetivos da pasta. O deputado Haroldo Cathedral (PSD-RR), aproveitou a ocasião para fazer alguns questionamentos sobre os impactos dos bloqueios no orçamento do Ministério.

Haroldo Cathedral disse que assegurar o direito à aprendizagem é um eixo estruturante para as políticas sociais como um todo. O parlamentar mencionou estudos e pesquisas recentes que reforçam a necessidade da priorização dos investimentos na primeira infância.

“No Brasil ainda não encontramos este equilíbrio nos investimentos da pasta. Somos um dos países com menores investimentos em educação básica, mas com gastos semelhantes ao de países europeus no ensino superior. É preciso que os políticos e a sociedade tenham clareza do quão fundamental é a educação básica para o desenvolvimento socioeconômico de uma nação”, afirmou.

Weintraub garantiu que o foco será a educação básica, com o aprimoramento do fundo de manutenção de desenvolvimento da educação básica e da valorização dos professores da educação (Fundeb).

Haroldo pediu ainda esclarecimentos sobre os instrumentos que serão utilizados para melhorar o controle social e a boa governança na gestão de recursos do Ministério da Educação. De acordo com o Ministro Abraham Weintraub, a sua gestão será estritamente técnica, baseada em entrega de resultados e reconhecimento por mérito. O ministro afirmou que irá investir em métricas para aferir resultados.

“Para que não viremos uma Venezuela, a gente precisa melhorar. Com gestão, transparência, governança, números como na iniciativa privada”, disse.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.