Governo apresenta proposta de Zoneamento Ecológico Econômico a povos indígenas

Técnicos da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento de Roraima apresentaram a proposta de Zoneamento Econômico Econômico do Estado (ZEE) na 48ª Assembleia Geral do Povos Indígenas de Roraima, realizada no Lago Caracaranã, em Normandia, nesta terça-feira (12 de março).

Este ano o tema da Assembleia, realizada pelo Conselho Indígena de Roraima, foi “União, Vigilância e Resistência na Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas”. O evento prossegue até sexta-feira (15).

O ZEE consiste num estudo técnico que tem a finalidade de subsidiar o governo na implantação de políticas públicas de ordenamento do território, ajudando a traçar políticas e definir as regras para agricultura e o agronegócio.

Na área ambiental, o documento determina, por exemplo, onde poderá ser feita a intervenção humana e de qual tipo ela será em determinada localidade, com a finalidade de prevenir possíveis crimes ambientais e consequências ecológicas desastrosas.

O secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Marcos Jorge de Lima, destacou que foi apresentar a importância desse instrumento para o desenvolvimento econômico social das comunidades indígenas e da sociedade de Roraima, assim como os ganhos sociais que o ZEE trará para o estado.

 

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.