Câmara de Caracaraí rejeita parecer do TCE que tornava Odilon Filho inelegível

Decisão da Câmara de Caracaraí beneficiou o deputado estadual Odilon Filho

A Câmara Municipal de Caracaraí rejeitou, por 8 votos, um parecer do Tribunal de Contas do Estado que reprovava as contas do ex-prefeito e atual deputado estadual Odilon Filho e tornava o parlamentar inelegível. Segundo o presidente da Casa, vereador Julhinho Reis, com o resultado da votação, os vereadores decidiram anistiar o ex-gestor quanto à reprovação das contas, ocorrida em maio de 2018.

A rejeição das contas de Odilon, votada em sessão realizada no dia 29 de maio do ano de 2018, fez com que ele concorresse à reeleição para a Assembleia Legislativa, com seu registro de candidatura sub júdice.

Ouça o áudio de Julhinho Reis falando sobre a votação desta segunda-feira da Câmara de Caracaraí, que livrou a barra de Odilon Filho:

O ministério público de Roraima chegou a entrar com uma ação contra a expedição do diploma de Odilon. Em dezembro passado, a juíza A juíza Patrícia Oliveira dos Reis, da Vara da Fazenda Pública do Município de Caracaraí, um Decreto Legislativo 002/2018, editado no dia 5 de setembro pelo presidente da Casa, vereador Julhinho Reis, com o objetivo de afastar a condição de inelegibilidade do do ex-prefeito.

Com a edição do Decreto 002/2018, Julhinho Reis pretendeu anular a decisão do Plenário da Câmara que rejeitou as contas de Odilon no ano passado. A juíza alegou que a atitude de Reis se chocava com o Regimento Interno da Câmara e a Lei Orgânica do Município.

Agora, os vereadores decidiram anistiar o ex-prefeito que, segundo o presidente da Câmara, fica livre da condição de inelegibilidade.

No dia 31 de janeiro último, Odilon Filho disse, em conversa com este repórter, estar seguro de que poderia cumprir seu mandato com tranquilidade, mesmo com a decisão da justiça de considerá-lo inelegível. A segurança com que falou o parlamentar parecia ser decorrente da certeza de que os vereadores iriam encontrar uma forma de tentar tirá-lo da condição de político inelegível.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.