Deputados sob a mira da justiça

Os deputados Jalser Renier, Ione Pedroso e Renan Beckel têm contas a acertar com a justiça

Dos 24 deputados estaduais, três deles começam o ano legislativo de 2019 com a espada da justiça sob a sua cabeça. O presidente da Assembleia, deputado Jalser Renier (SD), por exemplo, foi alvo de operação policial no dia 2 de janeiro para investigar o desvio de recursos públicos por meio de fraude em licitações do Poder Legislativo. O caso tem ligação com a operação Cartas Marcadas deflagrada em 2016.

A deputada Ione Pedroso (SD) é acusada de participar de um esquema de desvio de mais de R$ 50 milhões do transporte escolar estadual, junto com seu marido Wallace Barbosa da Silva. Ela foi presa na Operação Zaragata, deflagrada no dia 12 de dezembro de 2018.

Por sua vez, Renan Beckel Filho (PRB) também é acusado de envolvimento em esquema de desvio de recursos do sistema prisional, destinados à alimentação dos detentos. As acusações contra os três parlamentares são sustentadas pelos ministérios públicos estadual e federal. Renanzinho, como é conhecido, foi preso na Operação Escuridão, deflagrada no dia 29 de novembro de 2018.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.