Jalser Renier faz discurso conciliador e se propõe a ajudar o governo a vencer a crise

Presente à entrevista coletiva concedida pelo governador Antônio Denarium na noite desta quinta-feira (7 de fevereiro), o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR), deputado Jalser Renier (SD), fez um discurso conciliador e se propôs a fazer um pacto interinstitucional entre os poderes Executivo e Legislativo para ajudar o Estado de Roraima a vencer a crise financeira que atravessa no momento.

Jalser creditou ao secretário-chefe da Casa Civil, Disney Mesquita, a aproximação da Assembleia Legislativa com o governo. Segundo ele, Mesquita demonstrou habilidade para a construção desse diálogo em benefício da população de Roraima. Como resultado desse entendimento, Jalser se prontificou a votar o Orçamento de 2019 ainda neste mês de fevereiro, já alocando recursos para a realização das próximas etapas do concurso público da Polícia Militar.

O presidente da Assembleia Legislativa afirmou que o estado atravessa uma crise histórica e sem precedentes e destacou que essa crise não foi criada pelo atual governo, mas herdada por ele. Daí, disse o parlamentar, ser necessário uma força-tarefa interinstitucional que mantenha uma boa relação entre os poderes, mas que preserva as contas públicas.

“O estado hoje passa por uma situação insustentável, quase pré-falimentar, e nós precisamos unir todas as forças – no âmbito estadual e federal – para melhorar a qualidade de vida das pessoas. O estado precisa de nós e nós temos que dar a nossa contribuição”, afirmou.

Jalser disse ainda que, diante do cenário atual, a Assembleia Legislativa vai ajudar o Governo do Estado a realizar o concurso da Polícia Militar. Para isso, ele afirmou que vai diminuir o impacto financeiro do Poder Legislativo nas contas do estado para dar as condições necessárias ao cumprimento de todas as etapas do certame. Segundo Jalser, esse entendimento foi possível graças a uma conversa mantida entre ele e os demais deputados estaduais.

O presidente da Assembleia disse que enxugará também a folha de pagamento daquele poder. Ele disse estar colocando ponto eletrônico em todas as repartições da Assembleia Legislativa, inclusive no interior do estado, para garantir que todos os servidores da Casa trabalhem efetivamente. “Quem não estiver trabalhando vai pra rua”, afirmou.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.