Operação combate desvios de recursos na Assembleia Legislativa

O Ministério Público do Estado de Roraima (MPRR), por intermédio da Procuradoria-Geral de Justiça, auxiliada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate a Organizações Criminosas (Gaeco), com apoio da Polícia Rodoviária Federal e agentes da Força Nacional deflagaram na manhã desta quarta-feira, 02/01, a Operação “Royal Flush”.

São alvos da Operação o deputado estadual Jalser Renier Padilha, sua esposa, Cinthya Gadelha; Cristino Pontes Thomé; Vanila Wanderley Gadelha; Carlos Olímpio; Elísia Martins e Anacleto Martins, além das empresas C.V. Derivados de Petróleo – Auto Posto Princesa Isabel e Martins e Padilha Serviços Ltda..

A pedido do MPRR, estão sendo cumpridos expedidos nove mandados de busca e apreensão, sequestro de bens e móveis e imóveis. A decisão foi proferida pelo magistrado Luiz Fernando Castanheira Mallet, do Tribunal de Justiça.

A Operação está relacionada à investigações do MPRR sobre fraudes em processos licitatórios, contratos administrativos, lavagem de dinheiro e Organização Criminosa.

As investigações iniciaram a partir de uma delação premiada homologada pelo TJ/RR apontando suposto desvios de contratos licitatórios feitos por servidores da ALE em favor do parlamentar, pela apreensão de documentos e relatórios técnicos confeccionados por auditores do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Durante as investigações ainda foi apreendida na casa da então presidente da CPL da ALE na época, Verona Sampaio, presa na Operação Cartas Marcadas e condenada pela Justiça, uma agenda com a contabilidade de pagamentos dos valores desviados pagos diretamente ao parlamentar.

A partir de então foram realizadas diligências complementares, bem como postuladas medidas cautelares da quebra de sigilo bancário e fiscal pelo MPRR, que apontaram movimentações financeiras atípicas por parte do deputado estadual e demais investigados.

Conforme as investigações, constatada verdadeira vocação para a prática de ilícitos por parte dos investigados, contando com estrutura complexa fato que denotou ser estilo de vida dos investigados, que merece resposta efetiva por parte dos órgãos fiscalizadores.

O MPRR também investiga a prática do crime de obstrução de Justiça pela suspeita de vazamento da Operação realizado nesta hoje (2), uma vez que o deputado Jalser Renier buscou informações nos órgãos de controle sobre a existência de eventual mandando de prisão expedido contra ele.

Royal Flush faz alusão a melhor jogada no jogo de Poker, consistente na sequência de Ás, Rei, Dama, Valete e Dez do mesmo naipe, sendo que um dos investigados era acostumado a prática de apostas com altos valores.

A Operação ainda está em curso.

Com informações do Ministério Público do Estado de Roraima

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.