Concurso da Assembleia Legislativa tem se mostrado um grande engodo até aqui

O concurso público realizado pela Assembleia Legislativa de Roraima (ALERR) tem se mostrado um grande engodo desde o seu lançamento até a realização das provas. A taxa de inscrição para os cargos disponibilizados não era barata e, mesmo assim, milhares de candidatos se inscreveram para concorrer.

Para o cargo de procurador, por exemplo, o valor cobrado foi de R$ 200. Para os demais cargos de nível superior o cobrado era de R$ 150 e de R$ 100 para nível médio.

Isso significa que a Assembleia Legislativa e/ou a instituição contratada para realizar o concurso arrecadou um bom dinheiro. O retorno, no entanto, tem sido pífio, zero.

Um número impressionante de pessoas confiou no concurso, mas até agora ninguém foi convocado. Só para ser ter uma ideia, quase 15 mil pessoas (14.668 para ser mais preciso) se inscreveram para concorrer a uma das 41 vagas ofertadas no concurso da Casa.

O cargo mais cobiçado foi o de assessor técnico legislativo. A concorrência era de inacreditáveis 1.040 candidatos por vaga.

Já na largada, no dia 24 de junho, candidatos denunciaram à polícia que um pacote de provas estava rompido. Acusaram risco de fraude. O fato motivou suspensão da prova que seria aplicada naquele dia.

A novela não pararia por aí. O certame teve novamente as provas para os cargos de procurador e assistente legislativo adiadas. 

Até aqui, o resultado do certame sequer foi homologado, o que consiste num grande desrespeito aos candidatos aprovados.

Ontem, em entrevista ao programa Agenda da Semana, da Rádio Folha, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier (SD), falou brevemente sobre o concurso, mas nada explicou.

Hoje, este blog recebeu um apelo de candidatos para que cobrasse a convocação dos aprovados.

Eis uma das mensagens recebidas pelo blog:

Por favor, dê publicidade sobre o descaso com o processo do concurso da Assembleia Legislativa. O edital saiu no começo do ano, resultados divulgados e até hoje nem sequer foi homologado, quanto mais a nomeação! Jalser deu uma entrevista hoje (domingo) na Rádio Folha, e disse apenas que será feito conforme o edital. PORÉM, a lei nem o edital estabelece prazo para HOMOLOGAÇÃO, pode ser amanhã como daqui a 10 anos! Estabelece apenas a nomeação: em 2 anos após a homologação, renováveis por mais 2 anos. Já a Prefeita Teresa deu um banho de eficiência, saiu há alguns meses, já homologou e nomeou todos.

O concurso da Assembleia está em: http://rredital1.businessteam.com.br/

Já o cargo de procurador, em edital separado, está em: http://rredital2.businessteam.com.br/

Muito obrigada!!


Então, a pergunta que fica é: quando os aprovados do concurso da Assembleia Legislativa serão convocados?

Com a palavra a presidência da Casa.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.