Servidores comissionados da Assembleia são demitidos e recontratados com salário mínimo

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Jalser Renier (SD), exonerou todos os servidores comissionados da Casa, com data retroativa a 30 de setembro e os recontratou no mês de outubro com um salário mínimo, ou seja, R$ 970.

A revolta dos trabalhadores que foram surpreendidos com a decisão é grande. Havia pessoas que trabalhavam na Assembleia havia anos e recebiam salário de quase R$ 5 mil. Agora não conseguem aceitar o corte drástico no orçamento.

“Esta é uma demissão para tapar o rombo que ele [Jalser] mesmo criou”, disse um dos demitidos e readmitidos.

De acordo com informações repassadas ao blog, foram demitido em setembro mais de 2 mil servidores comissionados.

Cerca de mil comissionados teriam sido contratados já durante o andamento do período eleitoral. A outra parte é composta por servidores antigos da Casa.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.