ENTREVISTAS COM CANDIDATOS – Fábio Almeida diz que falta capacidade administrativa ao atual governo

Nesta sexta-feira (28), o programa Direto ao Ponto com Luiz Valério deu continuidade à rodada de entrevistas com os candidatos ao Governo de Roraima. Na edição de hoje, o entrevistado foi o candidato pelo PSOL, Fábio Almeida.

Entre os pontos abordados na rodada de perguntas estava a área da educação no Estado de Roraima. Para o candidato, a saída para a situação precária na qual se encontram as unidades de ensino estaduais está na democratização do acesso à educação e seriedade em processos de licitação.

“Temos que descentralizar o fornecimento de merenda e transporte das escola, através de termos de cooperação técnica e financeira com a associação de pais e mestres, afim de que essa renda circule dentro da localidade onde a escola se insere. Ou seja, o mecânico local, o eletricista local, a mercearia, o pequeno agricultor, o pescador vão oferecer o alimento e os serviços”, explicou.

Na área da Saúde, o candidato apontou defasagem na estrutura de unidades de saúde e a necessidade novas maternidades.

“Nós precisamos de mais duas maternidades. É inadmissível nós temos uma estrutura de saúde que é a mesma da década de 90. Além disso é preciso direcionar serviços para melhor atender a população, ampliando a nossa capacidade no trauma, por conta do alto índice de acidentes e direcionando os serviços oferecidos à sociedade”, explicou.

O candidato pelo PSOL também falou sobre crise imigratória e políticas para redução de crimes contra a mulher.

Confira a entrevista na íntegra assistindo a edição de hoje do programa Direto ao Ponto com Luiz Valério.

Ouça a entrevista completa no player abaixo:

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.