CONVERSA COM CONSELHEIROS

Um grupo seleto de jornalistas esteve ontem numa conversa com os conselheiros do Tribunal de Contas do Estado (TCE) a convite do presidente daquele órgão, Manoel Dantas. Na ocasião, foram feitos questionamentos vários sobre a atuação do órgão, no que diz respeito à análise das contas dos gestores públicos. Isso porque a reprovação das contas de prefeituras, assembléias legislativas e câmaras municipais pode resultar na inelegibilidade dos responsáveis pela gestão desses poderes. E somos nós, jornalistas, que levamos ao conhecimento da população, dos eleitores, enfim, as informações sobre o destino que foi dado aos recursos públicos para que eles possam decidir se vale à pena ou não votar nesse ou naquele político. Nas argumentações dos conselheiros, o ouvidor do TCE Joaquim Neto Souto Maior (o Netão) fez uma observação importante: “Quem vota em bandido é a própria população”. E observação é dolorosa, mas verdadeira. Mesmo com a imprensa local e nacional tendo exposto as artimanhas dos envolvidos nos escândalos do mensalão, dos sanguessugas, dos gafanhotos, e outros tantos episódios condenáveis, os atores principais dessas cenas deprimentes da política nacional conseguiram se eleger ou reeleger para ocupar cadeiras nos parlamentos estaduais e federais. Mas, pelo menos a imprensa tem feito o seu papel. Cabe ao povo tomar mais consciência.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.