CERCO AOS BANCOS DESOBEDIENTES

Conhecida por ser um dos mais importantes pólos de turismo religioso do Brasil, a minha Juazeiro do Norte começa a dar um aperto nas agências bancárias oficiais e particulares que insistem em não resolver o problema das intermináveis e abomináveis filas que se formam em decorrência da lentidão no atendimento.

Bancos oficiais e particulares terão até o dia 25 de outubro para resolver a questão. O prefeito do município, Raimundo Macedo, sancionou a Lei Municipal 3032 que prevê um tempo máximo de 15 minutos de espera nas filas e ainda a disponibilização de banheiros para os clientes das instituições financeiras.

Quando o assunto é banheiro, apenas três das oito agências que funcionam em Juazeiro cumpriram a determinação da Prefeitura. Esta deu prazo de 60 dias para uma solução. Na segunda-feira passada, o Bradesco desembolsou R$ 6 mil para pagamento de multa por descumprimento e ganhou mais 30 dias para cumprir a Lei.

O coordenador de arrecadação e tributação da Prefeitura, Jaime Leite Barros, o “Tuta”, os R$ 12 mil do Banco do Brasil foram inscritos na divida ativa e a Procuradoria de Justiça deverá executar.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.