TODOS QUEREM A PRESIDÊNCIA

Passado o frisson da eleição, pelo menos aqui em nível estadual, as atenções se voltam para a disputa – que já começa a se desenhar nos bastidores – em torno dos nomes que concorrerão à presidência da mesa-diretora da Assembléia Legislativa. Recordo bem que quando decidiu se lançar candidato a deputado estadual o então recém-eleito vereador José Reinaldo (PSDB), presidente da Câmara de Boa Vista, manifestou o seu desejo de, uma vez chegando ao parlamento estadual, se colocar como um dos postulantes à presidência daquela Casa.

Hoje, eleito, parece ter havido uma ligeira mudança no discurso do ainda presidente da Câmara em nome do grupo político do qual faz parte. José Reinaldo disse, em entrevista a este repórter, que primeiro quer ouvir o governador Ottomar Pinto (PSDB) sobre qual nome ele defende para concorrer à presidência da Assembléia. Reinaldo diz que se colocará à disposição do governador roraimense, “como um soldado”. “Temos que ouvir o governador [Ottomar Pinto] para que ele manifeste o seu pensamento”.

No entanto, sabe-se que a primeira dama Marluce Pinto é defensora contumaz do nome de José Reinaldo para disputar a presidência a mesa-diretora da Assembléia Legislativa. Informações de bastidores afirmam que o governador, por sua vez, quer emplacar o nome da sua filha, Marília Pinto (PSDB). Porém, o atual presidente Mecias de Jesus, que foi o deputado mais votado com 6.452 sufrágios, está de olho no terceiro mandato consecutivo. É certo que a disputa de bastidores tende a se intensificar nos próximos dias. Ainda pode entrar no páreo a deputada tucana eleita em 1º de outubro, Aurelina Medeiros.

Apesar de se tratar de uma outra esfera de poder e de uma outra realidade, José Reinaldo pode, sim, entrar para valer no páreo com as bênçãos da sua madrinha (é assim que se refere a ela) Marluce Pinto. Foi Marluce quem abraçou a sua candidatura para a presidência da Câmara Municipal de Boa Vista tão logo desembarcou em Roraima, em novembro de 2004, quando o Supremo Tribunal Federal se decidiu pela deposição do ex-governador Flamarion Portela, hoje no PTC, e colocou Ottomar Pinto no poder. É aguardar para ver o desenrolar dessa nova história.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.