OS INFRATORES

Tem político que não aprende mesmo. O deputado estadual eleito no domingo com 3.147 votos, Jalser Renier (PFL), pode não assumir a cadeira conquistada na Assembléia Legislativa de Roraima por ter, mais uma vez, cometido crime eleitoral. Eleito em 2004, Jalser teve o mandato cassado por cooptação de eleitores. Ele foi flagrado no dia da eleição em fuga da polícia num carro que continha santinhos, camisetas e dinheiro. Ficou preso até segunda-feira e foi posto em liberdade. Será julgado mais uma vez por desrespeito à Justiça Eleitoral. Quem votou em Jalser pode ter jogado seu voto fora mais uma vez. Outro que pode vir a não assumir a cadeira conquista no parlamento estadual e o atual vereador Ivo Pereira de Souza (Ivo Som). Ele também se envolveu em ilícito eleitoral no domingo e será julgado pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.