Mais um vexame nacional

O dia foi bastante movimentado em Boa Vista nesta sexta-feira com a deflagração da “Operação Êxodo” pela Polícia Federal. Cinco empresários e o presidente da Companhia de Água e Esgoto de Roraima (CAER) foram presos sob acusação de fazerem parte de um esquema de lavagem de dinheiro para os Estados Unidos e porte ilegal de arma.

Cumprindo sete mandados de prisão, os homens da PF levaram para a Superintendência Regional os empresários Aldecimar Pereira (o Dema), Francisco Edmar Sousa (o Cural), Walt Wogel (o Suíço), e Elionete Reis, proprietária do Aipana Hotel. Ainda fez parte da lista, embora já tenha sido posto em liberdade depois de prestar depoimento, o diretor-presidente da Caer Evandro Moreira. O motivo da sua prisão foi porte ilegal de arma.

Os demais são acusados de crime contra o sistema financeiro, ou seja, remessa ilegal de dinheiro para o exterior. Conforme o delegado da PF, Roney Freire, teriam sido remetidos para os EUA nada menos que R$ 170 milhões. As investigações que culminaram na “Operação Êxodo” foram iniciadas há um ano. A operação conjunta teve a participação da Procuradoria da República em Roriama (PRR), Receita Federal e Polícia Federal.

O assunto foi destaque na Folha de São Paulo.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.