Prostituição

O cenário político brasileiro faz lembrar aquelas casas de prostituição das mais ralés, onde as “moças” vendem prazer por qualquer dinheiro na luta pela sobrevivência. Uma hora abrem as pernas e fazem qualquer serviço para agradar ao freguês da mesa à direita, depois se recompõem e mudam para a posição mais agradável ao freguês da mesa posta à esquerda. De forma que todos saiam satisfeitos, não importando o preço que a diversão possa custar. A diferença é que as putas que trabalham nesses estabelecimentos têm mais dignidade que a maioria dos nossos políticos.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.