Presidente do TJ assume governo de RR

A viagem oficial do governador Ottomar Pinto (PSDB) à Venezuela, para participar do seminário do Ministério de Integração e Comércio Exterior daquele país e posterior encontro com o presidente Hugo Chavez, fez com que o presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, desembargador Mauro Campello assumisse, ontem, o comando do Estado por um dia.

Na ausência do governador no estado, quem deveria ter assumido o governo, caso não fosse candidato pré-candidato a deputado estadual nas próximas eleições, seria o vice-governador Erci de Morais (PPS), que faz parte do grupo de oposição a Ottomar. A sua pretensão de disputar uma cadeira na Assembléia Legislativa o impediu de assumir o governo.

Com o impedimento de Erci assumir o comando da administração estadual, o segundo nome da lista seria o presidente da Assembléia, deputado Mecias de Jesus (PL). Este também é candidato à reeleição e está impedido de assumir, provisoriamente, o lugar do governador.

Logo, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Mauro Campello, é o terceiro nome na ordem de substituição do chefe do Executivo. A substituição faz parte do Estado de Direito previsto na Constituição Federal. O governador Ottomar Pinto comunicou o presidente do TJ da sua viagem à Venezuela em ofício encaminhado àquele magistrado no dia 28 de abril, sexta-feira.

Ottomar pinto foi ao país vizinho com a finalidade de para participar de seminário organizado pelo Ministério da Integração e Comércio Exterior venezuelano, cujo tema é “Oportunidades de Negócio com o Estado de Roraima – Brasil”. Ele o documento no qual foi firmado o acordo bilateral firmado com o governo do estado de Bolívar para entregar o presidente Chavez.

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.