Vamos praticar cidadania?

A campanha eleitoral está mais deflagrada do que nunca em Roraima. Ocupantes de cargos públicos com pretensões de disputar uma cadeiras nos Legislativos estadual e federal eletivo em outubro se desincompatibilizaram para não se verem impedidos de concorrer nas eleições deste ano. Logo, esse é um monento oportuno para algumas reflexões:

1. O que os candidatos fazem para “mascarar” um ato de corrupção eleitoral?

2. Porque para alguns “vale tudo” para chegar ao poder?

3. Quais devem ser as qualidades de um candidato para que ele mereça ser votado?

Os questionamentos acima estão contidos na cartilha “Cidadania e Eleições – para um processo eleitoral limpo e justo”, editada pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral.

A partir de hoje estaremos publicando algumas informações desse importante instrumento de prática da cidadania.

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.