Os nós da arte

Fui convidado no final da tarde para integrar um grupo de artistas que vai fazer uma exposição coletiva no hall de entrada da Assembléia Legislativa. Chamaram-me para expor de poesias. Eu, que sou um arremedo de poeta, me senti lisonjeado pelo convite e não consegui recusar. Logo, fui incumbido de uma missão: compor uma poesia para a exposição, que terá como tema “Os nós da arte”. Rascunhei o poema em versos livres, que segue abaixo. Cinco minutos e estava pronto. Os meus novos parceiros gostaram. Então, lá vai ele:

muitas mentes
mãos multiplicadas
os nós da arte
somos todos nós
amarrados ao destino
uno e múltiplo
multifacetado
do ser humano
todos nós
os nós da arte
multiplicidade
de sentidos
amenidades, mentalidades
que não mentem
manejos, dança de pincéis
aquarela de almas
diluídas em papéis
muitas almas
todos nós
desfazendo
desatando
os nós da arte
que há em nós

Anúncios

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.